Segurança: Semma e GMM trabalham de forma integrada contra aglomerações e crimes ambientais

Segurança: Semma e GMM trabalham de forma integrada contra aglomerações e crimes ambientais

Os órgãos de segurança e fiscalização ambiental do município trabalham de forma integrada, a fim de coibir aglomerações para que medidas determinadas no decreto municipal, no combate à COVID-19, sejam cumpridas. No caso da Semma (Secretaria Municipal de Meio Ambiente), algumas situações de poluição sonora são acompanhadas de aglomerações. No total, neste final de semana, 20 e 21, o órgão municipal ambiental atendeu 51 denúncias. A maioria relacionada à poluição sonora e queimadas. Já a Guarda Municipal de Marabá, no decorrer da semana atendeu 38 denúncias de poluição sonora; 7 denúncias de pipa com cerol; um apoio em escola (uso de quadra sem autorização) e um apoio à Postura.

Entre as denúncias solicitadas à Semma, foram emitidas 17 notificações, sendo seis denúncias de queimadas, três autuações (constatadas) e duas apreensões, uma caixa amplificada no Bairro Nossa Senhora Aparecida e uma motocicleta apresentada pela Polícia Militar, por escapamento alterado. Paulo Chaves, coordenador do Departamento de fiscalização da Semma, destaca que é importante esclarecer para população que denúncias acerca de aglomerações não são atribuições da Secretaria de Meio Ambiente, entretanto, algumas situações relacionadas à aglomeração vêm acompanhada de poluição sonora. “Recebemos muitas denúncias de aglomerações, mas não é nossa competência, por isso a importância dos demais órgãos estarem em integração para combater tudo, cada um em suas competências”, esclarece Paulo.

GMM

A Guarda Municipal de Marabá divulgou balanço semanal das operações. Na última terça-feira (16), a GMM realizou a operação integrada de combate à COVID-19, juntamente com Polícia Militar, DMTU (Departamento Municipal de Trânsito e Transporte Urbano) e Departamento de Vigilância Sanitária, na Vila Santa Fé, a 72 km de Marabá, no período das 7 às 19 horas, onde 39 estabelecimentos foram fiscalizados e orientados e um estabelecimento foi notificado. Neste mesmo dia, a GMM deu apoio ao Centro de Testagem na Vila Sororó, localizada no Km 35, das 14 às 18 horas.

Na quarta-feira, (17), teve início à Campanha “Cerol Não”, que ocorreu das 15 às 18 horas, no núcleo da Cidade Nova, nos bairros Amapá e Infraero. Já na Nova Marabá ocorreu nas Folhas 06, 14, e 33. Trata-se de uma operação contra uso de cerol e linha chilena. Durante o trabalho foram apreendidos 55 itens que oferecem riscos à população.

Na sexta-feira, (19), a GMM, juntamente com o DMTU, Polícia Civil, e Detran (Departamento de Trânsito do Estado do Pará), realizaram fiscalizações quanto ao cumprimento dos Decretos Municipais, das 20 às 22 horas, nos núcleos Cidade Nova, Nova Marabá e Marabá Pioneira.

No sábado e domingo (20 e 21) as fiscalizações ocorreram nos balneários do núcleo São Felix, Marabá Pioneira e Nova Marabá: Balneário da Coca-Cola, balneário da Folha 08, Balneário da mangueira e Orla Sebastião Miranda. Para denúncias de competência da GMM, ligue 153, para contatar a Semma o telefone é (94) 99233-0523.

Veja outras fotos: 

Texto: Emilly Coelho
Fotos: Divulgação Semma/GMM

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Acessibilidade